Ben Café – Interiores Comercial

BEN CAFÉ

O Ben-Café surge de forma sutil, em um importante edifício modernista no centro de Curitiba, mesclando referências minimalistas e industriais para criar um ambiente acolhedor.

A planta original – orgânica e cheia de curvas – teve seu conceito reforçado, determinando que o mobiliário conversasse com ela. Em marcenaria, bancos moldados de forma sinuosa contornam paredes e ganham leveza com o tom amadeirado. O balcão de atendimento é um volume central de destaque, curvo, e define a circulação principal, enquanto as bancadas de refeições estão próximas às janelas para aproveitar a iluminação natural e a visual para a praça Osório.

Homogêneo e industrial, o piso em cimento queimado cria uma base neutra e o grande pilar – revestido com ripas em concreto – delimita a estante amadeirada. A cor branca, leve, invade o espaço e é balanceada pela rusticidade do cimento.

Em uma proposta inusitada que prima pela organização funcional com estética equilibrada, a integração conecta os ambientes e propicia que momentos de permanência aconteçam no café.

FICHA TÉCNICA
Local: Curitiba | PR
Área: 110m²
Ano do projeto: 2018
Ano da obra: 2018
Fotos: Eduardo Macarios
Ben Café | English version
Ben-Café appears in a subtle way, inside an important modernist building in downtown Curitiba, mixing minimalist and industrial references to create a welcoming atmosphere.The original plant – organic and full of curves – had its concept reinforced with the makeover, determining that the furniture should relate to it. In carpentry, benches shaped in a sinuous way outline walls and gives a light sensation with the wood tone. The service desk is a prominent central volume, curved, and defines the main circulation, while the dining benches are close to the windows to take advantage of natural lightning and visuals from the Osório square.Homogeneous and with as industrial reference, the burnt cement floor creates a neutral base and the large pillar – covered with concrete slats – delimits the wood bookcase. The white palete invades the space and is balanced by the rusticity of the cement.In an unusual proposal that strives for functional organization with balanced aesthetics, the integration connects the rooms and allows moments of permanence to happen in the cafe.